As belezas do litoral brasileiro










Praia de nudismo


Dentre as mais de 50 praias de nudismo no Brasil,  nove delas são oficializadas pela prefeitura ou pelo governo e cada uma tem uma legislação. A Federação Brasileira de Naturismo (FBrN) criou normas que devem ser cumpridas por aqueles que aderem ao naturalismo.  As praias são:
 
 
  • Bahia – Praia de Massarandupió;
  • Espírito – Praia de Barra Seca;
  • Rio de Janeiro – Praia de Abricó e Olho de Boi;
  • Santa Catarina – Praia da Galheta, Praia das Pedras Altas e Praia do Pinho;
  • Paraíba – Praia de Tambaba.

O que é Naturismo?

Andar nu pela praia não é uma das concepções naturistas, pois, segundo a Federação Brasileira de Naturismo, esse modo de vida é considerado uma filosofia (respeito de si mesmo, dos outros e do meio ambiente).  Modo esse que faz da prática do nudismo em grupo uma das principais atividades do naturista.
 
 
História do Naturismo
 
Essa prática surgiu no início do século XX. Na Alemanha, um professor de Educação Física vendo o benefício dessa prática, apresentou a seus alunos. Ele criou livros  e o chamado Nudismo.  O país, ainda, foi responsável pela criação do primeiro campo oficial da pratica e a publicação do primeiro livro do professor Ungewitter.
 
A alimentação (vegetarianismo) e a prática eram alinhadas para se ter resultados com o naturismo. Na França, dois irmãos haviam criado uma Clínica de Helioterapêutica, os Duvalier, onde segundo eles, a cura de doenças físicas poderia ser feita pela nudez, alimentação saudável e relacionamento com outras pessoas. O movimento se espalhou após a Segunda Guerra Mundial e, em 1974, foi criada a Federação Internacional de Naturismo (INF-FNI).

Praia de nudismo.Apesar da ideia ser bem antiga, proveniente dos índios brasileiros, a precursora do movimento vindo da Europa para o Brasil, em 1949, foi Dora Vivaccque, uma atriz conhecida também pelo nome artístico Luz Del Fuego. Bailarina, naturista, feminista, escreveu livros (A Verdade Nu e Black out) inspirados no assunto. Na 'Verdade Nu', ela mostra um pouco da filosofia naturista.
 
Seus anseios pela ideia e o dinheiro ganho em seus espetáculos fizeram com que ela comprasse uma Ilha no Rio de Janeiro, nomeada de Ilha do Sol, criando o primeiro Clube Naturalista Brasileiro e na política o Partido Naturista Brasileiro. As pessoas tinham que obedecer às regras para entrar na colônia. Ela causou muita polêmica na época, e foi assassinada em 1967, pela denúncia das pessoas à polícia.

Com a repressão advinda do golpe militar, as pessoas começaram a temer falar qualquer coisa sobre o assunto. Cartas em sigilo eram enviadas para tratar de algumas dúvidas referentes ao naturismo. Com a interrupção das reuniões públicas oficiais, pelos integrantes da Fraternidade Naturista Internacional do Brasil – FNIB, reconhecida e nomeada como a primeira Federação de naturismo, por um período, o movimento se extinguiu. Sua volta se deu nos anos 70, nas praias de Abricó, Olho de Boi e Ubatuba: grupos se aventuravam clandestinamente e procuravam ser discretos em seus banhos.

A primeira área naturista foi oficializada, em 1983, na
Praia do Pinho – SC. E, a partir daí, esse estilo foi se espalhando, havendo, assim, a criação da Federação Brasileira de Naturismo (FbrN), em 1988. Ela trabalha com as questões relacionadas ao naturismo, a fim de organizar, desenvolver e controlar atividades.

E, finalmente em 1996, as práticas do naturismo foram organizadas e aprovadas em um documento oficial destinados a todos os naturistas e não naturistas que frequentam praias e clubes, do tipo. Documento esse chamado de Normas Éticas do Naturismo Brasileiro. Apesar dos poucos investimentos, os projetos naturistas atraem muitas pessoas devido às suas práticas.

Massarandupió - Bahia: um paraíso protegido

Um paraíso protegido e local da desova de tartarugas marinhas. O cenário dessa praia é marcante. Ela está filiada à FBrN e há uma constante fiscalização por parte dos seus frequentadores que utilizam um Código de Ética. Determinadas práticas devem ser evitadas. Se você não quiser ser expulso, respeite a fauna, flora e o ecossistema; é vetado o tráfego de veículos e iluminação na área de desova das tartarugas.
 
Localizada na Costa dos Coqueiros, ao norte da Bahia, logo na entrada as pessoas já se deparam com placas avisando que é proibido entrar vestido. Existem várias normas: proibição de práticas obscenas, filmar ou fotografar os naturistas, deve-se obediência às regras de higiene ao se sentar em assentos públicos.


Barra Seca – ES: única opção para os adeptos

No Espírito Santo, a praia de Barra Seca é a única praia destinada para esses fins. Até mesmo porque a maioria das praias de nudismo recebe poucos frequentadores e elas são geralmente isoladas. Seu Código de Ética é fiscalizado pela Congregação Naturista do Estado do Espírito Santo e, também, é filiada à FBrN.

Abricó – RJ: a mais visitada
 
Dentre as opções da artista Luz Del Fuego, a praia de Abricó é uma das mais visitadas do município do Rio de Janeiro. Localizada no Parque Municipal de Grumari, na Zona Oeste, Barra da Tijuca, ela se encontra entre uma montanha e o mar, envolvida por uma beleza perigosa e ao mesmo tempo inacreditável.
 
O local é calmo e confere privacidade para os naturistas que frequentam a praia. A Associação Naturista de Abricó (ANA), além de vistoriar o cumprimento das normas, oferece a todos um espaço de lazer e entretenimento.

Olho de Boi – RJ: pequena, mas aconchegante

Localizada em Búzios, a praia Olho de Boi é pequena e aconselhável para banhos de mergulho. O mar, nessa área, é calmo e ela possui uma privacidade fora do comum.
 
Também é uma praia filiada a FbrN e os seus frequentadores é que supervisionam e verificam se está sendo respeitado o Código de Ética. Como essa praia é pequena, os hotéis e pousadas se encontram em outras praias de Búzios.

Praia da Galheta – SC: lugar deserto e emocionante


Uma praia deserta e típica dos naturistas. A praia guarda segredos que somente os frequentadores do local podem desvendar: banho, esportes náuticos, morros, arbustos e outras formações da fauna e flora.
 Mulher praticando naturismo.
Muitos surfistas se aventuram pelas ondas e desfrutam do que a praia tem de melhor. Na Praia Mole, encontra-se uma trilha que levará a essa paisagem transformada em Parque Ecológico. 
 
Quem deseja passar uma temporada no local, deve procurar pousadas ou hotéis nas praias próximas (Lagoa da Conceição e Praia Mole). O Código é fiscalizado pela Associação Amigos da Galheta, e a praia também é filiada à Federação Brasileira de Naturismo.

Pedras altas – SC: o clima familiar e aventureiro é o atrativo da praia.

A Reserva Biológica da Serra do Tabuleiro é a maior unidade de conservação desse estado. A Praia Pedras Altas se encontra dentro dessa reserva.
 
Os aventureiros se deparam com dificuldades para ter acesso ao local, mas vale a pena procurá-la, pois o seu mar calmo, suas formações rochosas, a beleza de sua fauna e flora, os passeios de barco, as caminhadas e as piscinas naturais fazem dela ideal para quem deseja ficar tranquilo, sem se preocupar com as crianças.
 
Localizada no Município de Palhoça, em frente à ilha de Florianópolis, a Praia da Pedra é, também, o encontro de naturistas. Há na região um clube de naturista local e ela é filiada à FBrN.

Praia do Pinho – SC: a primeira praia oficial

Oficializada como a primeira praia de naturismo e a quinta mais bela, a Praia do Pinho se destaca pela formação de piscinas naturais entre as rochas e as suas águas e areias claras.
 
Uma praia afrodisíaca e preservada, onde a liberdade do naturismo é sentida nas suas regras: ONGs, associações e naturistas do local oficializaram uma lei em que os homens solteiros ficam de um lado da praia e as famílias e casais de outro.
 
Para os não naturistas, existe uma faixa de areia destinada somente para eles, mas eles não podem atravessar para outros locais. Encontrada no Município de Balneário Camboriú, há vários bares e restaurantes, pousadas e campings para quem deseja ficar por mais tempo no local.

Praia Tambaba – PB: famosa e atraente

Cenário rústico. Formações rochosas. O nome é proveniente de uma lenda romântica Tupi-Guarani e as suas falésias “protegem” os naturistas que buscam na praia um lugar de paz, amor, a música  proporcionada pelos pássaros e muito verde, derivado de resquícios da Mata Atlântica.
 
As águas mornas que se formam dentro de piscinas naturais só aumentam as possibilidades de lazer. Na Área B, onde a prática do naturismo é feita, somente as famílias e pessoas que tenham um passaporte naturista, adquirido se for sócio de alguma organização naturista, podem usufruir dessa área. Localizada no município do Conde, ela também é uma das praias filiadas à FbrN e o Código de Ética é utilizado por seus frequentadores.
 
 
Litoral do Paraná   <<--  Praia de Nudismo  -->>  As Melhores Praias